PSD conclui caravana de incentivo à participação feminina na política com mais de duas mil mulheres filiadas

12/08/2022

O objetivo do partido é aumentar a representatividade feminina nos cargos eletivos a partir da filiação e estímulo a novas candidaturas. Um terço das prefeituras comandadas por mulheres no estado são de gestoras do PSD.

Mais de duas mil mulheres se filiaram ao Partido Social Democrático (PSD) no Paraná desde fevereiro. O resultado foi obtido a partir da realização de uma série de encontros regionais organizados pelo partido com mulheres interessadas em ingressar na política. Chamada de Caravana PSD Mulher, a iniciativa busca estimular o aumento da representatividade feminina na política a partir da instalação de núcleos em todas as cidades do estado.

Neste ano, foram promovidos 13 encontros com a participação de aproximadamente sete mil mulheres. Os eventos aconteceram em Foz do Iguaçu, Campo Mourão, Umuarama, Londrina, Cerro Azul, Piraquara, Maringá, Ponta Grossa, Curitiba, Paranaguá e Quatro Barras. Nesta semana, as atividades foram concluídas com a realização de eventos em Jacarezinho, na quarta-feira (10), e Cornélio Procópio, na quinta (11).

Em 2022, o foco do grupo foi o lançamento de candidaturas competitivas às vagas disponíveis na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e na Câmara dos Deputados, além do ingresso de novas lideranças femininas nos municípios de todas as regiões do Paraná. Segundo a coordenadora do PSD Mulher, Sandra Duda, o cenário político deve ser um reflexo da sociedade.

“Nós, mulheres, formamos quase 53% do eleitorado e realizamos múltiplas funções. Somos mães, filhas, esposas e profissionais em todos os setores. Queremos ocupar cada vez mais os espaços de poder, sempre de maneira a contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, afirmou Sandra.

“Nos últimos meses, rodamos os quatro cantos do nosso estado para debater a importância da representatividade feminina nas eleições de 2022, assim como dar voz às militantes do partido, que receberam o apoio do diretório para disputar uma cadeira”, completou a coordenadora.

APOIO – O planejamento da iniciativa contou com o apoio do presidente estadual da sigla, o governador Carlos Massa Ratinho Junior, que defende a ampliação da bancada feminina como instrumento de renovação e qualificação parlamentar. “Historicamente, o ambiente político sempre foi muito machista, mas as mulheres têm ocupado cada vez mais espaços de destaque pela capacidade de gestão, inteligência e um olhar diferente para a política”, declarou Ratinho Junior.

A primeira-dama do estado, Luciana Saito Massa, que também participou de parte dos encontros, exaltou a importância da representatividade feminina. Ela destacou o papel das mulheres pessedistas como gestoras, militantes ou apoiadoras para promover a mudança do cenário político estadual e nacional.

O PSD foi a sigla que mais cresceu nas últimas eleições municipais. Das 39 prefeituras comandadas por mulheres, 12 são do PSD, além de 91 vereadoras e duas deputadas federais. Elas ainda representam mais da metade dos filiados do partido no estado.

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.